Queijo Vegano

 

Nosso Projeto Receitas da Estação continua na safra de Setembro com uma receita que é sucesso: Queijo vegano de mandioca e mandioquinha de Sílvia Hippert, criadora do nosso portal Eu Posso Isso! Prática, simples e um sucesso garantido para crianças no café da manhã ou no lanche! Experimente e nos diga depois o resultado!

 

Quando não se pode leite nem laticínios em geral, uma das coisas desafiadoras na substituição são os queijos. Há substitutos no mercado que se propõem a ocupar o espaço do catupiry, da mussarela, do queijo minas…

Mas já tem um tempo que vi que havia alternativas interessantes com mandioca. Interessantes principalmente para aqueles que não podem consumir castanhas nem soja, que são recursos também usados na confecção dos queijos veganos. Resolvi testar.

Como na nossa casa a batata baroa (mandioquinha) também é muito querida, a receita foi adaptada para usar um pouco de cada. Fazemos o queijo e usamos por 3 ou 4 dias, que é o tempo que ele dura. É prático e em geral sai mais em conta do que a alternativa industrializada.

Tenho a dizer: sucesso absoluto. Quando quero agradar nosso pequeno gourmet faço logo uma tapioquinha com queijo de mandioca e orégano.

Queijo Vegano de Mandioca e Mandioquinha
Substituto para o queijo nos preparos em que se quer algo como o queijo derretido. Vai bem com tapioca, no sanduíche quente...
Porções Tempo Preparação
1 queijo de 10 cm de diâmetro 1 hora
Tempo Cozedura Tempo passivo
10 minutos 8 horas
Porções Tempo Preparação
1 queijo de 10 cm de diâmetro 1 hora
Tempo Cozedura Tempo passivo
10 minutos 8 horas
Queijo Vegano de Mandioca e Mandioquinha
Substituto para o queijo nos preparos em que se quer algo como o queijo derretido. Vai bem com tapioca, no sanduíche quente...
Porções Tempo Preparação
1 queijo de 10 cm de diâmetro 1 hora
Tempo Cozedura Tempo passivo
10 minutos 8 horas
Porções Tempo Preparação
1 queijo de 10 cm de diâmetro 1 hora
Tempo Cozedura Tempo passivo
10 minutos 8 horas
Ingredientes
Instruções de preparação
  1. Preparar uma forma ou pirex, untando levemente com azeite, para colocar a massa ao fim do cozimento.
  2. Colocar no copo de um liquidificador o aipim já amassado, a mandioquinha e a água do cozimento do aipim.
  3. Ir batendo aos poucos até ficar uma mistura homogênea.
  4. Acrescentar os ingredientes restantes batendo com atenção. Dependendo do liquidificador o esforço pode forçar demais o motor. Bater até que a massa forme um creme liso e grosso.
  5. Colocar a mistura em uma panela média (anti-aderente, se for possível) e levar ao fogo brando, mexendo lenta e constantemente. Ir mexendo até que a massa comece a apresentar mais resistência à colher, o que deve levar de 5 a 10 minutos.
  6. Colocar, ainda quente, na forma ou pirex preparados antes. A massa fica BEM "puxa", é normal não conseguir fazer uma superfície lisinha...
  7. Deixar esfriar e levar à geladeira. Pode ser consumido após 2 horas de resfriamento, mas é melhor se ficar resfriando por pelo menos 8 horas.
  8. Costumo colocar na forma e separar o finzinho da massa para colocar em um pirex pequeno e tempero a superfície deste com orégano. É uma variação bem interessante.
  9. Para servir, como eu disse, esse queijo vegano pode entrar em sanduíches, ou em tapiocas como fazemos aqui com muito sucesso!
Notas da Receita

Dica: O preparo agarrou um pouco mais do que o esperado na sua panela anti-aderente? Ficou difícil de tirar o resto do queijo sem arranhar? Deixe de molho por um tempo (1 hora ou mais) com água morna e 2 colheres de sopa de amaciante de roupas. Esse é um truque genial para facilitar a retirada dos resíduos aderidos na panela, aprendido no livro "Receitas Fáceis com 4 Ingredientes", de Kim McCosker e Rachael Bermingham.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>