Receita

Quando vimos a referência a esta receita de suspiro vegano pela primeira vez, foi difícil acreditar nos nossos olhos.

Suspiro? SEM CLARA DE OVOS? Não… não parecia possível.

Não é a toa que esta descoberta vem causando o maior rebuliço no meio da comunidade vegana.

Para nós, o mais incrível foi ver que os ingredientes são simples, sem nenhuma invenção complicada ou inacessível.

E o resultado é tudo de bom… Melhor ainda foi ouvir nosso filho dizendo: Mamãe, esse é o meu primeiro suspiro, sabia?

Como se eu não soubesse.

 

A descoberta foi feita por  Goose Wohlt, que publicou no grupo WFVE (What Fat Vegans Eat).

Ele mesmo teve a ideia depois de ver um vídeo francês onde faziam mousse de chocolate usando o líquido batido.

Agora estão usando o nome AQUAFABA para o maravilhoso líquido…  Do latim, AQUA de água, FABA de feijões.

Mas para nós valeria dizer FABA de FABULOSA. Ou poderíamos dizer que é uma água mágica.

 

Depois que lemos, já tentamos com algumas conservas e conseguimos um dos melhores resultados com a água da ervilha.

Também já tivemos sucesso criando a nossa própria água mágica de grão de bico, cozinhando o grão em casa.

Uma ideia que puxa a outra e não tem fim, né?

 

Para o suspiro, a proporção recomendada nos sites que estamos seguindo varia entre 1:2 e 2:1 de aquafaba e açúcar de confeiteiro. Também conseguiram sucesso com temperaturas entre 80 e 110°C, dependendo do forno usado. Mas conseguimos estabilizar nossos resultados com as instruções que listamos abaixo.

Isso revoluciona não só o acesso dos alérgicos ou intolerantes ao nosso tradicional suspiro, mas também abre outras tantas possibilidades, como mousses aeradas sem o uso de nenhum derivado da soja.

E isso é muito bom! Tantas idéias que nem sei qual será a próxima que vou testar.


Suspiro Vegano (Sem Ovos)
Suspiro caseiro, como feito por nossas mães, avós e doceiras mais queridas. Mas é feito SEM CLARA DE OVOS. A cozinha é um lugar cheio de mistérios mesmo...
Porções Tempo Preparação
50 unidades 20 minutos
Tempo Cozedura
2 horas
Porções Tempo Preparação
50 unidades 20 minutos
Tempo Cozedura
2 horas
Suspiro Vegano (Sem Ovos)
Suspiro caseiro, como feito por nossas mães, avós e doceiras mais queridas. Mas é feito SEM CLARA DE OVOS. A cozinha é um lugar cheio de mistérios mesmo...
Porções Tempo Preparação
50 unidades 20 minutos
Tempo Cozedura
2 horas
Porções Tempo Preparação
50 unidades 20 minutos
Tempo Cozedura
2 horas
Ingredientes
Instruções de preparação
  1. Pré-aquecer o forno a 100ºC (temperatura baixa). Se for difícil manter a temperatura tão baixa, prender o cabo de uma colher de pau na porta do forno, para que parte do calor excessivo saia. Se há a desconfiança que o forno não esteja na temperatura indicada, sempre é possível usar o recurso do termômetro próprio para seu tipo de forno.
  2. Peneirar o conteúdo de uma lata de grão de bico e colocar o líquido juntamente com o cremor de tártaro para bater na batedeira, na velocidade alta. Quando escolher a marca da conserva que vai usar, dar preferência às sem sal.
  3. Após uns 4 minutos, o volume deve ter dobrado. De 6 a 8 minutos depois, o volume triplica e a consistência do líquido já está de tal forma que ele não cai da colher, quando pego.
  4. Ir acrescentando então o açúcar de confeiteiro, aos poucos, enquanto continua batendo. Por volta de 8 a 10 minutos depois a consistência é a da clara em neve. Quando pegamos com uma colher, não cai, não pinga, nem escorre.
  5. Pingar a essência de baunilha e bater um pouco a mais.
  6. Colocar o tapete de silicone ou o papel manteiga em um tabuleiro e colocar porções do suspiro, tentando manter uma distância padrão.
  7. Levar ao forno a 100°C por aproximadamente 2 horas. O ponto deve ser verificado, deixando um dos suspiros fora do forno até que esfrie um pouco - uns 3 a 5 minutos.
  8. Se a consistência estiver meio pegajosa, vale deixar mais uns 10 minutos no forno e testar novamente.
  9. Se não ficar no ponto perfeito, ele tende a ficar pegajoso com a umidade do ar. Como a temperatura do forno é muito baixa, não queima rápido. Na dúvida, melhor deixar mais uns 5 minutos.
  10. Quando é difícil deixar o forno nesta temperatura, que é bem baixa, vale o truque caseiro de deixar a porta (do forno) um pouco aberta. Se necessário, calce a porta com uma colher de pau para que o calor em excesso possa sair.
Fazendo sua própria água mágica de grão de bico
  1. É possível fazer sua própria água mágica de grão de bico para não usar o líquido de uma lata de conserva.
  2. Cozinhar 1 xícara de grão de bico, até que fique macio.
  3. Colocar o grão de bico, juntamente com a água do cozimento, em um pote e acrescentar açúcar, na proporção de 1 colher de chá para cada 100 ml de água.
  4. Colocar o pote na geladeira e deixar por 3 a 4 dias. Depois disso a água pode ser separada para fazer os suspiros.
  5. Caso ao fim do cozimento não reste água suficiente, coloque 50 ml de água morna ainda na panela, como se lavasse os grãos e os resíduos do cozimento e siga com os próximos passos (colocando tudo no pote, com açúcar.
Compartilhar
Tags:

Sílvia Hippert

  1. Izabela Diz:

    Está escrito que é suspiro sem ovos, mas no filtro está sem ovos, sem soja, sem gluten e sem leite. No caso a receita não possui apenas ovos ou os demais também?

    • Sílvia Hippert Diz:

      Izabela,
      Ele é sem ovos, sem soja, se glúten e sem leite.
      É que a grande novidade é conseguir fazer um suspiro sem claras… e o título ficaria muito grande se colocássemos tudo. 🙂
      Abraços!
      Sílvia

  2. Lucélia Diz:

    Esta me convenceu, mas água de conserva?! é mágica, quando me tornei adepta do veganismo a primeira surpresa foi conseguir fazer um bolo sem ovo ,até que o leite trocamos por sucos etc…aí descobri o vinagre com o fermento nos bolos, vc sabe de alguma receita de profiterole vegana?esta água deve dar hein.( no outro coment falei dos males dá conserva,agora me convenceu 100%).Parabéns.

    • Sílvia Hippert Diz:

      Lucélia,
      Bem conheço uma receita de marshmallow mole usando linhaça, mas não ficou assim aerada como o resultado da Aqua Faba.
      E é possível produzi-la (a Aqua Faba) do grão de bico in natura, sem ser da conserva.
      Quanto aos profiteroles, talvez já tenham chegado a alguma solução baseada na água mágica, mas não cheguei a ver.
      Nos grupos que eu estava acompanhando, até macarons já estavam fazendo!
      Abraços,
      Sílvia

  3. Diana Diz:

    Olá! Vi a receita do suspiro vegano no youtube, testei e deu super certo! Nem parece que é um suspiro sem clara de ovos. Ficou ótimo! Você sabe se eu posso usar a água da conserva, batida em neve, no mousse de chocolate?

    Obrigada,

    Diana.

    • Sílvia Hippert Diz:

      Diana,
      Que bom que deu certo!
      Logo depois do suspiro a gente testou algumas receitas para mousse de chocolate e acabei ficando com uma versão mais prática, com cacau em pó.
      Em breve vamos postar as medidas exatas, mas os ingredientes que usamos foram a água de conserva da ervilha, cremor tártaro, açúcar de confeiteiro, cacau em pó e baunilha. Fique atenta!
      Acho que um dos segredos pra ficar bom foi que usamos uma marca bem legal de cacau em pó.
      Abraços,
      Sílvia

  4. Rafaela Diz:

    Olá Sílvia,
    Cozinhei 500g de grão de bico e coei a parte líquida, que rendeu mais ou menos 1 litro. Não sabia que esse líquido tinha que ficar na geladeira com o grão de bico e açúcar (é o que dá não ler as receitas até o final), por isso o grão de bico já virou hommus rsrsrs. Você acha que tem alguma forma pra salvar esse líquido pra fazer aquafaba?
    Tenho outra dúvida… eu posso colocar raspas de limão nos suspiros ou isso atrapalha na química da aquafaba?
    Abraços!

    • Sílvia Hippert Diz:

      😀 Rafaela, entendo perfeitamente, pois vivo fazendo assim, leio rápido e acabo perdendo alguma informação.
      Acho que as raspas de limão não vão alterar o resultado não, só devem melhorar ainda mais o sabor.
      Pela sua descrição, acho que você pode reduzir a aqua faba no fogo até diminuir por volta de 1/3 do volume e tentar bater (os 140 ml). Acho que deve funcionar.
      Se não funcionar perfeitamente, você ainda tem a chance de reduzir mais um pouco o restante para testar novamente.
      Dá para aproveitar sim!
      Antes de bater, deixe a aqua faba gelar um pouco, que ela chega melhor ao ponto.
      Abraços!
      Sílvia

  5. Ellen Diz:

    olá,
    fico vendo esses suspiros e me sinto frustrada, já tentei de todas as formas e nunca deu certo, minha água não vira suspiro de jeito nenhum :/ já fiz com a de grão de bico, de feijão branco, feijão preto e de soja, reduzindo e sem reduzir, com limão, com vinagre… fiz tb com a enlatada e apesar de ter virado espuma o sabor ficou ruim. T.T acho q é pessoal da aquafaba comigo kkkk

    • Sílvia Hippert Diz:

      Ellen, Desiste não… 😉 se você criar coragem de tentar só mais uma vez, tente a água da lata ou caixa da ervilha e bata mais tempo na batedeira. Foi o que funcionou logo na primeira vez que tentei. É importante que seja na batedeira, tá, do contrário acho que é impossível conseguir. Depois conta pra gente. Abraços, Sílvia

  6. Erica Diz:

    Consegui fazer suspiro e fazer marshmellow, mas quando coloquei no forno para assar fiquei com bolotas transparentes no fundo da assadeira. Você sabe me dizer o que fiz de errado?

  7. Ana Verbienen Diz:

    Fiz a receita.. segui tudo a risca!!!
    Ficou maravilhoso!! De verdade, surpreendeu.
    Porém, achei que els ficaram ocos, oqe será que pode ter sido? Ou o suspiro é assim mesmo… oco e eu de tanto tempo que nao como que nao lembro?

    Obrigada ♡

    • Sílvia Hippert Diz:

      Ana,
      Que bom que você curtiu!

      Também tem muito tempo que não como dos outros suspiros. 🙂
      Mas sei que por vezes ficam ocos. Não é sempre, mas acontece.
      Você conseguiu manter a temperatura nos 100ºC?
      Abraços,
      Sílvia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>