Receita

Eu adoro beber um cafezinho acompanhado de casquinhas cristalizadas em açúcar.
Quando fizemos as tangerina ponkan com chocolate para o Projeto Receitas da Estação  e aquelas cascas PERFEITAS ficaram ali, vazias, olhando pra mim, percebi que era um sinal! 🙂 Ali estava a oportunidade de finalmente fazer as minhas próprias casquinhas de tangerina cristalizadas e ainda evitar o descarte de algo tão interessante.
Foi preciso investir um tempo de espera para o preparo das cascas, mas valeu a pena!
As casquinhas de tangerina podem ser servidas de diversas maneiras com um cafezinho, chá da tarde, bolo, biscoitos e smoothies.

Cascas de Tangerina Ponkan Cristalizadas
Tempo Preparação
20 minutos
Tempo Cozedura Tempo passivo
20 minutos 2 dias
Tempo Preparação
20 minutos
Tempo Cozedura Tempo passivo
20 minutos 2 dias
Cascas de Tangerina Ponkan Cristalizadas
Tempo Preparação
20 minutos
Tempo Cozedura Tempo passivo
20 minutos 2 dias
Tempo Preparação
20 minutos
Tempo Cozedura Tempo passivo
20 minutos 2 dias
Ingredientes
Instruções de preparação
  1. Lavar bem as cascas de tangerina ponkan em água corrente.
  2. Deixar as cascas de molho por 10 minutos em uma solução de 1 litro de água e 1 colher de sopa de vinagre, para higieniza-las.
  3. Lavar em água corrente e colocar em um pote fechado na geladeira, com água suficiente para cobrir as cascas.
  4. Manter as cascas de ponkan de molho por 2 dias, trocando a água por pelo menos 4 vezes ao dia.
  5. No terceiro dia, escorrer bem as cascas de ponkan e corta-las em tiras finas. Meça a quantidade a ser usada depois de cortadas.
  6. Colocar em uma panela grande as cascas já cortadas e o açúcar demerara (quantidade usada para cristalizar). Levar ao fogo médio.
  7. As cascas vão soltar bastante água. Manter a panela no fogo e mexer por todo tempo até que seque.
  8. Tirar do fogo e mexer delicadamente para que não forme um grande grumo de cascas.
  9. Com o auxílio de 2 garfos, retirar da panela em porções e misturar ao açúcar demerara restante (quantidade usada para polvilhar), separando delicadamente as tiras com o auxílio dos garfos. Atenção, elas vão estar quentes, evite usar as mãos para fazer isso.
  10. Quando acabar de passar no açúcar, deixar as tiras bem espalhadas em um prato grande e raso ou em uma tábua grande de cortar legumes, até que terminem de esfriar.
  11. Guardar em pote hermético. Sirva para acompanhar o café ou chá da tarde.
  12. Ou use para enfeitar outros preparos, como bolos e smoothies.
Compartilhar
Tags:

Sílvia Hippert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>