Artigos

Seguindo nossa trilha de artigos para o Projeto Chocolate, apresentamos a 2a. Parte do Artigo Cacau e Chocolate, falando sobre o tema das alergias alimentares relacionadas ao chocolate.

Alergias – existe alergia a chocolate?

A alergia a chocolate, afinal, é verdade ou é um mito? Na verdade, este é um dos mitos mais difundidos em nossa sociedade, devido a uma confusão bem simples. A imensa maioria dos casos onde se fala de alergia a chocolate é na verdade alergia ao leite (ou melhor dizendo às proteínas do leite), componente básico dos chocolates industriais. Entretanto, vários outros ingredientes presentes no chocolate podem causar alergias. O cacau por si mesmo é algo que raramente pode causar reações alérgicas.

Conheça alguns dos ingredientes que podem, porventura, desencadear reações alérgicas e veja o que você pode fazer para substituir o cacau, quando for efetivamente diagnosticada esse tipo de alergia ao próprio cacau, bem mais raro.

Alergia a leite, não a chocolate

Dados apontam que trezentas e cinquenta mil crianças no Brasil têm alergia ao leite1, o que acaba produzindo diversos efeitos negativos nos pequenos, como náuseas, inchaço, diarreia, cólica, dor abdominal e outros tantos malefícios. Quando seu filho come um chocolate e passa mal, é comum se atribuir a reação ao chocolate, no entanto, a origem pode estar sobretudo nas proteínas presentes no leite (e no chocolate feito com leite).
Chocolate-6
Vejamos algumas substâncias contidas no chocolate que podem desencadear reações alérgicas2:

  • Leite
  • Ovo
  • Corantes
  • Essências
  • Castanhas
  • Soja
  • Amendoim
  • Conservantes
  • Cacau

A lista acima mostra que efetivamente há muitos outros alimentos considerados alergênicos que podem causar reações alérgicas após o consumo do chocolate, e que não necessariamente essas reações são causadas pelo próprio chocolate, daí o equívoco de afirmarmos que as reações são decorrentes do chocolate.

Algumas alternativas

Restringir a criança de comer um chocolate pode ser difícil, no entanto, há muitas alternativas para que não se adote uma postura radical.

Antes de tudo, é preciso que a criança seja submetida a uma consulta médica para que seja feito o diagnóstico preciso e se descubra se, de fato, a criança é alérgica, e a qual ou quais substâncias. O alergista é o profissional mais indicado neste sentido, e irá orientar o melhor tratamento, bem como indicar a dieta que melhor se adequa ao estilo de vida da pessoa portadora de alergia ou intolerância alimentar.

Feito isso, há no mercado diferentes tipos de chocolates, que retiram de suas fórmulas determinadas substâncias alergênicas que necessitam ser evitadas pelos alérgicos (principalmente o leite, mas tamém outros alergênicos, como amendoim, castanhas, etc.)3. Esses chocolates sem leite e sem outros componentes alergênicos são ótimas opções para que crianças com alergia ao leite (ou a outros alergênicos) possam saborear este doce tão apreciado.

Outra ideia legal é aderir ao do it yourself, ou faça você mesmo, e usar esse pretexto para se inteirar das inúmeras receitas possíveis para fabricar em casa seu próprio chocolate, com receita livre de leite, corantes e outros ingredientes nocivos à saúde de pessoas portadoras de alergia. Aproveite a ocasião, leve seus filhos para a cozinha e verá um resultado incrível de participação das crianças nessa iniciativa de culinária inclusiva e saudável.

Para saber se o chocolate é próprio para o consumo de alérgicos, fique sempre atento ao rótulo e não pense duas vezes antes de acessar o SAC da empresa que fabrica o produto para esclarecer dúvidas a respeito da composição do produto.
Chocolate-7
Por fim, ao ser diagnosticada efetivamente a alergia ao cacau, que embora rara, pode ocorrer, há uma alternativa: a alfarroba.

Barras de alfarroba, biscoitos e outras guloseimas produzidas com este ingrediente tem obtido resultados muito bem-sucedidos, sendo que muitos apreciam até mais a alfarroba ao chocolate, tamanha a semelhança e sensação de bem-estar produzida por ela3.

Fique ligado nas publicações de nossa página do Projeto Chocolate. O próximo artigo desta série falará sobre Chocolate e Glúten.

Referências

1 Globo. Alergia ou intolerância ao alimento? Veja as diferenças entre as duas.
2 Blog da Alergia. Alergia a chocolate – mito ou fato?
3 The Sleuth Journal. Allergic To Chocolate! Facts You Need To Know and Alternatives